segunda-feira, 7 de dezembro de 2009


EM JANEIRO DE 2003, COMEÇANDO A SENTIR FORTES DORES, NA PERNA ESQUERDA, FUI INTERNADO, COM TROMBOSE, MAS EU E NINGUEM SABIA QUE ERA UM TUMOR MALIGNO INTERNO; CANCÊR. COMEÇEI UM TRATAMENTO DE ANTICOALUGANTE, QUE ME LEVOU PARA UTI, ONDE TIVE UMA EBOLIA PULMONAR. DEUS ME LIVROU DA MORTE (UNS DIAS ANTES TIPO 6 A 8 MESES ANTES DE ACABAR O ANO DE 2002, JESUS ME AVISOU NO CORAÇÃO QUE ME DARIA UM LIVRAMENTO DE MORTE. OS MÉDICOS CHAMARAM MINHA ESPOSA E FALOU QUE EU TINHA, E O QUE TINHA ACONTECIDO”MOÇA FOI A MÃO DE DEUS, UM MILAGRE ACONTEÇEU ELE SOBRIVIVEU”. TIVE ALTA DO HOSPITAL FIQUEI 9 DIAS INTERNADOS, MAS LOGO VOLTEI AO HOSPITAL, SENTINDO MUITO MAL(NÃO TINHA AINDA TIRADO O CANCÊR), PERNA INCHADA, QUENTE COM DOR AINDA PIOR DE ANTES QUE EU TAVA COM TROMBOSE... COMEÇEI A FAZER EXAMES ONDE DESCOBRIRAM ENTÃO QUE TAVA COM CANCÊR MALIGNO E PRECISAVA URGENTE DE UMA CIRUGIA(ANTES ME DEU EBOLIA PULMONAR,)JESUS ME LIVROU DA MORTE, ELE É FIEL, ALEUIAS... PARA OS MÉDICOS ISSO JÁ NÃO TINHA MAIS JEITO SÓ UMA CIRUGIA, SE NÃO O CANCÊR MANDAVA BACTÉRIAS PRO PULMÃO, E CABEÇA E ERA FATAL, POR ISSO, EBOLIA PULMONAR. ,UM RIM NÃO TEM,FOI BLOQUEADO PELA MEDICINA, PRA NÃO PASSAR PRO OUTROS ORGÃOS DO CORPO. MAS PRA JESUS TINHA E TEM JEITO. OS MÉDICOS DISSERAM A MINHA ESPOSA: PREPARA O VELÓRIO, PORQUE EU TINHA POUCO TEMPO DE VIDA, ERA IMPOSSÍVEL SOBREVIVER, SE SOBREVIVESSE ERA: VEGETANDO NA CAMA OU CADEIRAS DE RODAS, NENHUMA DAS DUAS OPÇÕES, A ULTIMA PALAVRA AINDA É A DO SENHOR ALEUIAS GLÓRIAS A DEUS..TIVE ALTA PRA MORRER EM CASA.PELA GRANDE MISERICÓRDIA DE DEUS PASSEI EM CASA ALGUNS DIAS,MAS LOGO VOLTEI PRA O HOSPITAL E FICOU CASA E HOSPITAL,E VICE- VERSA. FIQUEI INTERNADO MAIS 15 DIAS,FICAVA COM COMEÇO DE DERRAME ,BOCA,PÉS E MÃOS ENDUREÇIAM E NADA PODIA FAZER SE NÃO FICAR SOB,CUIDADOS MÉDICOS,OS MÉDICOS E ENFERMEIRAS QUNDO VIAM ISSO DIZIAM QUE NÃO TINHA JEITO E NADA PODIA FAZER.MAS MINHA ESPOSA PEGOU NAS MINHAS MÃOS E NÃO CONFORMOU COM A SITUAÇÃO,COMEÇOU A ORAR PEDINDO A JESUS QUE INTERVISSE E SOCORRE-SE ME NAQUELA HORA REPREENDENDO A MORTE.MAS UMA VEZ JESUS NOS DEU VITÓRIA.AMÉM GLÓRIAS A DEUS.ME ENCAMINHARAM PARA; UNICAMP CAMPINAS SP,ONDE FIZ UM TRATAMENTO DE QUIMIOTERAPIA,NÃO ME ALIMENTAVA E NÃO TOMAVA AGUA SE NÃO PELO CATÉTER NO PESCOÇO.COM ISSO EMAGREÇI 40 Kg PERDENDO TODOS OS CABELOS DA CABEÇA E OS PELOS DO CORPO, TODO. PEGUEI INFECÇÃO HOSPITALAR (3 X ) TREMIA MAIS QUE VARA VERDE, DESMAIEI, MINHA PRESSÃO CAIA, ATÉ 8 °C .MINHAS MÃOS GELADAS,FRIO O DIA TODO FIQUEI EM CASA 8 MESES...UM DIA DESSES EM CASA,TIVE UMA PENEUMONIA ,LEVADO DE VOLTA AO MÉDICO DE CAMPINAS SP UNICAMP,ME DISSE MAIS ALGUMAS HORAS VC TINHA MORRIDO ( 3HORAS ) POIS A QUEMIOTERAPIA,TINHA ME DEIXADO MUITO DEBILITADO E A IMUNIDADE DO CORPO BAIXA A E ABERTA A
OUTRAS DOENÇAS. MAS JESUS ME CUROU DE NOVO E ME LIVROU DA MORTE MAIS UMA VEZ. E ASSIM A VIDA CONTINUA COM JESUS... ATÉ AQUI O SENHOR ME AJUDOU. 1 TESSALONICENSES CAP:5 V 24: FIEL É O QUE VOS CHAMA O QUAL TAMBÉM O FARÁ.. OSMAR FAUSTINO DIAS PB.TEL;(19) 3804-4951 CEL:(19) 9758-8222 MOGI MIRIM SP. OBS: ISSO É APENAS UM RESUMO,PORQUE AINDA TEVE UM GRANDE TRABALHAR DE DEUS NA MINHA VIDA.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Siloé Mirins Assume Sustento no Campoja



A partir deste mês de outubro de 2009, o Departamento Infantil Herança do Senhor (DIHS), através do projeto Siloé Mirins adota a "menina dos olhos de Deus" - do projeto missionário no Camboja, denominado pelo pastor Cláudio Caetano, diretor de Missões e vice-presidente da IEADJO.

A menina que projeto Siloé Mirins estará adotando naquela nação se chama: Seyha de 13 anos. O valor mensal é de R$ 250,00.

Pedimos as crianças de todo o campo de Joinville, no culto Siloé Mirins, que é realizado uma vez por mês, não esqueçam que agora emos um nome e um alvo missionário no projeto Siloé Mirins, Camboja - "As meninas dos olhos de Deus".

Pedimos aos pais que apóiem este grande projeto mirim missionário no culto Siloé Mirim, quando receber o peixinho missionário magrinho, dê uma engordada com uma abençoada oferta, pois sabemos que Camboja necessita de nossa ajuda, "nós podemos ajudar", disse o pastor Márcio Batista, coordenador geral do DIHS.
A partir de agora vamos postar algumas informações importantes sobre o Camboja neste espaço, aguarde! http://siloemirins.blogspot.com/

quarta-feira, 7 de outubro de 2009


"Mas, amados, não ignoreis uma coisa: que um dia para o Senhor é como mil anos, e que mil anos, como um dia" (II Pedro 3.8).

A discussão sobre o fato de Deus estar ou não sujeito ao tempo tem causado grande alvoroço nos arraiais evangélicos ultimamente. Alguns "doutores" formados em academias humanistas, que imaginam-se teólogos, têm trazido à baila um assunto por demais definido no "canon" protestante-teológico-ortodoxo há séculos.

A Bíblia mostra claramente que Deus é Eterno e que Ele criou o tempo para os filhos dos homens (Gn.1.14 e Ec.3.1-10). Eternidade no exato sentido da palavra cabe somente à Divindade. Conceitos de eternidade do homem são imperfeitos e incompletos. Podemos dizer que Deus "colocou a eternidade no coração do homem" (Ec. 3.11), mas nenhuma criatura pode receber e perceber a eternidade como Deus.

Há no grego três expressões que nos ajudam a compreender melhor o significado de nosso vocábulo tempo:

Aionios - Tempo que não pode ser medido (Sl. 90.2; Sl.41.13) .
Kronos - Tempo que pode ser medido (Gn. 1.14; Ec. 3.1-11).
Kairós - Tempo de oportunidade (Mc.1.15; Gl.4.4).

Penso que foi Paul Thillic quem primeiro apresentou kairós como tempo de crise e tempo de decisão. Kairós seria a intervenção de Aionios em Kronos. É quando Deus abre uma porta em época de crise para intervir na história em favor de seu plano salvífico e por seu povo. É tempo de decisão!

Deus é eterno e, portanto, atemporal. Ele é o Criador de todas as coisas visíveis e invisíveis, inclusive do tempo. Todavia, Ele não está sujeito ao tempo e não sofre influência dele, nem vive dentro de uma expectativa humana. Para vergonha dos defensores do teísmo aberto, Deus conhece o futuro, sabe o fim das coisas e da história desde o começo e não há nada no passado, presente e futuro que Ele não saiba.

A Igreja pode ilustrar nossa percepção desse argumento. Em algum tempo na eternidade, Deus planejou criar a Igreja. Prometeu sua criação nos profetas e a ilustrou na congregação do deserto. Quando o Verbo encarnou tornou possível sua existência e anunciou sua criação: "Edificarei a minha igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela". Fundou-a na Cruz e o Espírito Santo a inaugurou historicamente no dia de Pentecostes em Jerusalém, em kronos, igreja militante. O Espírito deu subsídios para sua manutenção enquanto Corpo de Cristo.

Poderíamos falar do Imperador Adriano, Voltaire, Jonh Lenon e muitos outros que tentaram impedir a marcha da igreja ou duvidaram de sua capacidade de resistência histórica (para não usar kronos outra vez). Todos eles passaram, a igreja não e ao contrário das predições, está mais forte.

Quando Deus planejou a Igreja na eternidade (Ap.13.8) Ele já sabia de sua trajetória e triunfo: "as portas do inferno não prevalecerão contra ela" (Mt.16.18). Sobreviveu às perseguições do império romano, ao papismo, à noite de São Bartolomeu, ao stalinismo, à política de Mao Tse Tung, ao comunismo soviético e ao castrismo; resisitiu ao gnosticismo, ao ebionismo, ao arianismo, ao pelagianismo, entre outros e hoje resiste frente à mais recente heresia dos tempos modernos: a abertura do teísmo.

Breve os céus se abrirão e novo kairós se dará. Tempos de crise se anunciam e o aionios invadirá o kronos para levar a igreja invisível, resistente, militante, para a eternidade, o tempo de de Deus: Igreja Triunfante.





“Sede, pois, prudentes como as serpentes, mas simples como as pombas” (Mateus 10:16).
Um filósofo francês disse: “Quem não possuir no seu caráter antíteses muito vincadas, não pode ser forte”. O homem forte possui características opostas, vivas e profundas, e nem sempre lhe é fácil equilibrar esse antagonismo. Os idealistas não são geralmente realistas nem os realistas, idealistas; nem sempre os combativos são passivos, ou os passivos, combativos; raras vezes encontramos pessoas humildes muito seguras de si próprias, ou pessoas muito seguras de si próprias com grande humildade. A vida perfeita é a síntese criadora que frutuosamente harmoniza essas oposições. O filósofo Hegel dizia não se encontrar a verdade na tese nem na antítese, mas numa síntese emergente que reconcilia ambas. Jesus reconheceu a necessidade dessas correntes opostas. Sabia que os discípulos iriam encontrar um mundo difícil e hostil onde teriam de enfrentar a relutância da política oficial e a intransigência dos defensores da ordem estabelecida. Sabia que eles iriam encontrar gente fria e arrogante, cujos corações se haviam endurecido no longo inverno do tradicionalismo. Por isso lhes disse: “Eu vos envio como ovelhas no meio de lobos”; e deu-lhes uma fórmula para a ação: “Sede, pois, prudentes como as serpentes, e simples como as pombas”. É muito difícil imaginar alguém que, simultaneamente, possua as características duma serpente e duma pomba, mas é isto o que Jesus pretende. Temos de aliar a firmeza da serpente à mansidão da pomba, um espírito forte a um coração brando. Consideremos primeiro a necessidade dum espírito forte, marcado por um raciocínio incisivo, uma apreciação realista e um juízo seguro. O espírito forte é agudo e penetrante, trespassa a crosta das lendas e dos mitos e separa a verdade da mentira. O indivíduo de espírito forte é astuto e sabe discernir. Possui a qualidade dura e austera que permite a firmeza do propósito e a solidez do empreendimento. Quem poderá duvidar de que esta firmeza de espírito é uma das maiores necessidades do homem? Raramente encontramos quem espontaneamente se dedique a um raciocínio sólido e claro; há uma universal tendência para as respostas fáceis e soluções improvisadas. Para algumas pessoas, nada há de mais doloroso do que serem forçadas a pensar. Essa tendência predominante para a fraqueza de espírito manifesta-se na inconcebível credulidade do homem. Observemos a nossa atitude em face da propaganda, e a facilidade com que somos levados a desejar um determinado produto, só porque o rádio ou a televisão anunciam que ele é melhor do que outro qualquer. Os anunciantes já há muito perceberam a falta de discernimento da grande maioria das pessoas e exploram essa susceptibilidade por meio de slogans hábeis e eficientes. Também se nota esse excesso de credulidade na tendência fácil que tantos leitores têm para aceitar como verdade suprema tudo o que vem impresso nos jornais. Pouca gente realiza que os próprios órgãos de informação, como a imprensa, a tribuna e, nalguns casos, o púlpito nem sempre nos dão a verdade objetiva e insofismável. São poucos os que têm a suficiente firmeza de espírito para exercer um juízo crítico ou para discernir a verdade do erro ou o fato da ficção. Os nossos espíritos são constantemente invadidos por legiões de semi-verdades, de preconceitos e de fatos falsos. A humanidade tem enorme necessidade de sair do atoleiro dessa falsa propaganda. As pessoas de espírito fraco estão aptas a aceitar toda a espécie de superstições. Temores irracionais invadem-lhes constantemente os espíritos, sejam eles o azar das sextas-feiras, dos dias 13, ou do gato preto que cruzam na rua. Durante a subida no elevador dum dos maiores hotéis de Nova York, notei, pela primeira vez, que não havia o décimo terceiro andar e se passava logo do décimo segundo para o décimo quarto. Quando indaguei junto do empregado o motivo daquela omissão, respondeu-me que isso era corrente em quase todos os grandes hotéis, pelo medo que muitas pessoas tinham de ficar no décimo terceiro andar e acrescentou: “E a maior estupidez disto é que o décimo quarto andar é de fato o décimo terceiro”. São estes medos que, dia e noite, obcecam e perturbam os espíritos fracos. Os espíritos fracos também receiam sempre qualquer mudança. Sentem maior segurança no status quo, e quase um pânico mórbido por tudo o que é novidade. Para eles, a maior dificuldade é a dificuldade de aceitarem uma idéia nova. Consta que um velho segregacionista do Sul teria mesmo dito o seguinte: “Cheguei à conclusão de que a indiscriminação racial é de fato inevitável, mas só peço a Deus para morrer antes disso”. Aquele que possui o espírito fraco quer sempre congelar o tempo e conservar a vida sob o apertado jugo do imobilismo.

Rev. Martin Luther King


quarta-feira, 9 de setembro de 2009


As mulheres na janela 10/40



É interessante perceber que dentro dos não-alcançados da Janela 10-40, podemos ainda destacar os mais descriminados dentre os não-alcançados. As mulheres enquadram-se dentro desta categoria em alguns contextos específicos. No mundo muçulmano as mulheres estão escondidas atrás do véu do Islã.


Quantas mulheres no Afeganistão possuíam suas vidas limitadas ao quintal dos fundos de sua casa, vivendo sem contato com o exterior e abrigando depressão e tristeza em seus corações, sendo vítimas das mentiras e radicalismo do Islamismo, privadas até mesmo do prazer sexual (pois muitas delas têm sido mutiladas ainda quando crianças por seus próprios familiares)? Sem nenhum contato com o mundo externo, como irão conhecer a Palavra de Deus?


Muitas outras atrocidades físicas são cometidas contra mulheres em diversos povos.


A alta taxa de analfabetismo também dificulta o conhecimento de Jesus Cristo através da leitura da Bíblia. As mulheres têm menos acesso à educação.


William Carey, enquanto esteve na Índia, viu mulheres sendo queimadas vivas junto com o esposo recém falecido. Este era um costume daquela nação e sempre que o marido morria, a mulher deveria ser queimada viva junto ao seu cadáver. Ele indignou-se com esta situação e lutou durante 25 anos até que esta realidade foi mudada pelas autoridades da Índia. Quantas mulheres foram salvas desta terrível morte pelo esforço, dedicação e amor de um só homem?
As mulheres da Janela 10-40 precisam dos Careys modernos desta geração para transformar seu choro em riso através do conhecimento de Jesus


RESPONDA RAPIDO E FAÇA SUA PARTE....

Missões está no coração de Deus. E no seu?

"Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura" (Marcos 16:15)

"Pede-me e te darei as nações por herança e os fins da terra por tua possessão". Sl.2:8.

Existem três maneiras de fazer missões: indo, orando e contribuindo.

Com qual dessas formas você está contribuindo para que pessoas alcancem salvação?

De que maneira você está contribuindo para a segunda vinda do Senhor Jesus?

E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações.
Então, virá o fim.(Mateus 24:14)

Na autoridade que há no nome de Jesus Cristo, eu oro para que VOCÊ abrace esta causa e se coloque na brecha, intercedendo pelas nações, em especial as nações da Janela 10-40.

Fazer missões é algo imperativo para o povo de Cristo. O "Ide" é uma ordem do próprio Senhor Jesus.


O QUE É MISSÃO?


“Com quem podemos contar para levar a sério a ordem: ‘Ide e fazei discípulos de todos os povos’?”

É o plano de Deus:


Antes mesmo do mundo ser criado, Deus sabia que o homem iria pecar. Sendo assim, Ele preparou, de antemão, um plano de salvação. Neste plano divino estava o conteúdo da obra missionária, que é o anúncio do Evangelho de salvação ao mundo perdido. (Gn 3:15; Ap 13:8; Ef 1:4 ; 1Tm 1:9; 1Pe 1:19 e 20).


É a ordem de Jesus:


Um dos maiores mandamentos de Jesus registrado nas Escrituras é a ordem de fazer missões (Mc 16:15; Mt 28:19 e 20). Antes da ascensão, sua última ordem foi: “Ide por todo o mundo”. (Mc 16:15).


É a obra do Espírito Santo:


O propósito pelo qual o Espírito Santo foi enviado é capacitar e dirigir a Igreja no avanço da obra missionária (Lc 24:47-49). Todo movimento espiritual que se denomine avivamento e não vise a conquista de almas para Cristo é pura emoção e não unção (At 1:8; 2:1-5,14; 4:5-12,31; 13:1-4).


É dever da Igreja:


Jesus não deixou a responsabilidade da Grande Comissão a nenhuma instituição humana. Antes, privatizou esta importante tarefa à sua amada Igreja (Mt 28:20; Jo 15:16; 17:18-20). Portanto, façamos missões.É responsabilidade de cada cristão:Cada cristão tem a responsabilidade de apoiar a obra missionária com oração. (Rm 15:30; Ef 6:18-20; Cl 4:2-4); com contribuição (Fl 4:10-20; 2 Co 9:6 - 14); e evangelização (1Co 9:16; ­­Ez 33:6-8).

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

MAIS UM PORJETO DE DEUS AO SEU ALCANCE...



Departamento de Missões Siloé - com a Direção Pr. Claudio Caetano.
Departamento Infantil Heranças do Senhor - com a Direção Pr. Marcio Batista.

Apoiando mais um porjeto - Missões Siloé Mirins.... Crianças Fazendo Missões...

terça-feira, 11 de agosto de 2009

NÃO DESANIME






Vivemos num mundo onde se olha para as pessoas, as conquistas, a popularidade e a aprovação da auto-estima. Muitas pessoas crêem que, se trabalharem arduamente e conseguirem manter as pessoas felizes, a estima no mundo perdurará. Como qualquer outra falsificação, ela desaparece quando se deixa de trabalhar para isso.



Deus ao contrário, é valor, honra e verdade. Deus criou você, à Sua imagem, para lhe dar valor.

As vozes do mundo competem continuamente com a voz de Deus por sua atenção. Muito freqüentemente essas vozes brotam, dizendo: “Você jamais poderia estar ocupando este lugar”. “Não há nada de significativo e valoroso naquilo que você faz”.



Saiba, você tem uma herança de Deus daqueles que conheceram Cristo pessoalmente. Cristo nasceu em Israel, no primeiro século, entre homens que pensavam muito pouco sobre determinadas pessoas da sociedade. Eles questionavam o valor destas pessoas. As mulheres eram negadas o respeito e o privilégio na política, no casamento, na economia, na educação e na religião.



Em contraste, Jesus esteve mais preocupado com os direitos e privilégios destes seres humanos do que com os Seus próprios. Exemplo disto eram as mulheres judias que nunca eram ensinadas em público – exceto por Jesus. Um comerciante judeu nunca daria um troco de volta na mão de uma mulher, com medo de tocá-la e ser contaminado, mas Jesus tocou as mulheres para curá-las. Em muitas ocasiões, Jesus revelou grandes verdades primeiro às mulheres. A ressurreição, sobre a qual se baseia o Cristianismo, foi revelada primeiro a uma mulher.



Os homens que seguiram a Jesus também mudaram suas atitudes em relação aos outros seres humanos. Instruídos, após a ressurreição e ascensão de Jesus ao céu, homens e mulheres, pescadores, cobrador de impostos, médico, donas de casa, empresária esperaram pela plenitude do Espírito Santo. Eles foram igualmente batizados com o poder de Deus. Pessoas que eram proeminentes e respeitadas na igreja do primeiro século.



A estima de Jesus pelo valor do ser humano veio diretamente do coração de Deus. O nosso valor não vem do que fazemos. Nós somos seres humanos e não um fazer humano. Devemos ter o senso de ser (estar) na presença de Alguém que nos valoriza. Jesus deve ser prioridade em nossas vidas. Como você acha que a sua prioridade afeta as pessoas ao seu redor?



A maioria dos seres humanos coloca seus maiores esforços e projetos nas pessoas que mais as valorizam. Onde você acha que se encontra seu valor?



Os seres humanos buscam sedentamente atenção, companheirismo, amizade, parceria e muitas vezes não encontram. Qual o traço de caráter que Jesus valoriza em você? Ele não exige nenhuma credencial para que você tenha valor, para merecer à atenção, o respeito.



Vivemos dias de individualismo, de indiferença, de solidão, de cobrança. Os seres humanos estão esfriando no amor e cada dia deixam de estimar uns aos outros.



Talvez você esteja desanimado (a) devido ao significado que dá ao seu senso de valorização quando as coisas não vão bem, mas Deus nos exorta neste dia dizendo que há uma única coisa que faz a nós ter valor. A mesma coisa que me faz ter valor faz você ter valor: ”Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores”. Rm 5.8



Filha (o) se você perdesse o seu trabalho por ter dormido até tarde, deixasse o seu marido ou esposa por causa de sua própria obstinação, maltratasse seus filhos, destruísse seu carro e pusesse fogo em sua casa, Deus ainda amaria você e levaria em conta o seu valor. O que torna você significativo (a)?



Muitas vezes pensamos que o que nos torna pessoas significativas é o trabalho que desenvolvemos no caminho, mas e quando as pessoas envolvidas no projeto, ministério, trabalho se mostram indiferentes, deixam que você faça tudo sozinho (a), demonstram sua falta de respeito com atrasos, com a falta de comunicação, parceria, individualismo, críticas, ausência?



Você se sente humilhado (a), desrespeitado (a), triste? Então você precisa vencer as apreciações culturais sobre o que faz uma pessoa ter valor. Você tem valor porque Jesus morreu por ti e é perdoado (a).

O nosso valor não muda de um dia para o outro, dependendo do nosso humor ou do capricho das outras pessoas. A aceitação de Deus não é instável. A realidade do que Deus diz em Sua Palavra precisa nos tocar. Pelo fato de sermos amados pelo Deus do universo a ponto de enviar Seu Filho ao mundo para viver nas limitações de um ser humano, mesmo sendo ainda Deus, morrer numa cruz para perdoar os pecados e ressuscitar da morte para nos tornar justos. Tudo isso para que Ele pudesse ter um relacionamento pessoal conosco. Cristo é quem dá valor. Não há ninguém como Ele.



Os seres humanos irão falhar todo o tempo. Um dia dizem “Bendito (a) aquele (a) que vem em nome do Senhor” e no dia seguinte: Crucifica-o (a), crucifica-o (a).



Meu bem escolha crer no que o Senhor diz que é verdade sobre você e a Sua Palavra, mas do que naquilo que o mundo parece estar dizendo. Se conhecer a Deus desta forma é o desejo do seu coração, alegre-se e não permita que o desanimo encontre abrigo em seu coração. Ele se preocupa com você. Ele morreu por você numa cruz para lhe dar valor que nunca acabará. Empregos se vão, ministérios se vão, nós mudamos de cidade, de bairro, de emprego, as pessoas mudam, mas Deus não sofre variação.



Não tente viver a sua vida segundo suas próprias forças e com seus recursos limitados. Não é suficiente. Nós não somos suficientes. Precisamos do Senhor em nossas vidas. Abra a porta de sua vida ao Senhor e O convide a ser seu parceiro no trabalho, no ministério, na família, convide-O a ser seu Salvador e Senhor. Aceite Sua opinião sobre você como alguém precioso e de valor. Faça escolhas conscientes para ouvir Sua voz e crer em Sua Palavra.



O amor de Cristo dá valor a você. A escolha é só sua. Ele não obriga. Se quer tudo o que Deu tem para você, você está em uma aventura excitante! Desfrute o fato de ser um homem, uma mulher de Deus.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009


Filhos de Deus

Carlos McCord



“Aquele que é a Palavra estava no mundo, e o mundo foi feito por intermédio dele, mas o mundo não o reconheceu. Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam. Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus.” João 1:10-13

Parabéns! Agora você faz parte da eterna família de Deus. Seja bem vindo!

Quando você creu em Jesus, algo maravilhoso aconteceu que já mudou a sua vida permanentemente. Ao aceitar Jesus, você se tornou “filho de Deus.” Isto quer dizer que agora, entre você e Deus, não existem mais barreiras. Agora existe um relacionamento novo, eterno e perfeito entre você e seu Criador. Daqui pela frente, Deus vai tratar você como um amado membro da família. Pela fé naquilo que Cristo fez por você, você pode ter certeza que sua identidade mudou para sempre.

Quando Jesus morreu na cruz do Calvário há dois mil anos, a obra que Ele fez foi tão perfeita que só sobrou uma única barreira entre Deus e toda a humanidade. Esta barreira não está do lado de Deus; está do lado humano. Esta última barreira é crer ou não crer em Jesus.

Quando você chegou na presença de Deus e pediu perdão dos seus pecados, a última barreira caiu para sempre entre você e Deus. Assim, o poder de ser um filho de Deus se tornou um fato na sua vida. Muitas outras coisas aconteceram também, mas ser filho de Deus é realmente algo que você precisa receber muito bem.

Ter fé é sempre chegar na presença de Deus para receber o que o seu Pai quer dar de graça para você. Pode ser difícil aceitar que Deus só exige de nós uma fé de “mãos vazias,” mas é assim que recebemos tudo na vida espiritual. Nunca pense que você ganha coisas de Deus porque merece pelas obras. Você recebe porque Ele quer dar de graça. É sempre assim na sua nova família.

No momento em que você creu em Jesus, tudo que Ele fez, perfeitamente, por você, na cruz do Calvário, se tornou seu para sempre. E uma parte maravilhosa daquilo que você recebeu é o direito de dizer: “Sou filho de Deus.”

Um hábito muito importante nesta nova vida que você tem em Jesus é dizer, pela fé, que você é filho de Deus. No início, você pode sentir que não merece esta benção e este direito. Você merece porque Jesus fez tudo por você. É pela graça mesmo!

Neste momento diga com confiança baseada na obra perfeita de Jesus no Calvário: “Sou filho de Deus!” Se você ficar bem quieto, vai ouvir Deus falar no seu coração: “Amém!”

Durante este dia e também todos os dias, afirme essa verdade maravilhosa dizendo: “Eu sou filho de Deus”. Ninguém jamais pode tirar isso de você!



FONTE : http://www.permanecer.com.br


Crianças

Carlos McCord



“Começou uma discussão entre os discípulos acerca de qual deles seria o maior. Jesus, conhecendo os seus pensamentos, tomou uma criança e a colocou em pé, a seu lado. Então lhes disse: “Quem recebe esta criança em meu nome, está recebendo; e quem me recebe, está recebendo aquele que me enviou. Pois aquele que entre vocês for o menor, este será o maior.”
Lucas 9:46-48

Orgulho e esta nova vida não combinam.

No seu novo relacionamento com Deus, ser “menor” é ser o “maior”. Parece uma coisa estranha, mas é assim mesmo nesta nova vida que você recebeu em Jesus. Ser cada vez mais como uma criança é o caminho certo para crescer e ser o “maior.”

A razão por este caminho estranho é que Deus nos criou para viver recebendo e depois fazendo. Viver recebendo, como as crianças fazem todo dia, nos ensina que a gente vive dependente de Deus, 24 horas por dia e 7 dias por semana. Viver sempre recebendo nos lembra que Deus é a fonte de tudo. Viver recebendo é viver pela fé nas boas intenções de Deus.

Todo adulto tem problemas com orgulho, mas o orgulho não é um problema comum entre as crianças. Na sua vida nova com Deus, o orgulho vai ter que ceder lugar à humildade de uma criança, que deverá aparecer no espaço que o orgulho ocupa. Orgulho e esta nova vida não combinam.

O orgulho é uma maneira de tentar gerenciar as nossas vidas em vez de deixar Deus gerenciá-las. Gerenciar nossa própria vida parece sábio no início, mas quem já tentou sabe que cansa e sobrecarrega. Crianças não tentam gerenciar a vida. Crianças recebem a vida. Por isso elas dormem tão bem e têm tanto energia para viver!

Uma das razões pelas quais esta nova vida em Jesus é chamada de o “novo nascimento”, é porque o novo nascimento somente acontece se recebermos Jesus como uma criança recebe tudo de graça e não pelas obras. Da mesma maneira que você recebeu a salvação em Jesus de graça, continue vivendo assim, recebendo como uma criança.

Jesus foi o maior e melhor homem que já existiu. Seu poder, inteligência, sabedoria, amor, equilíbrio e vida foram perfeitos. Segundo Jesus, a razão de tudo que Ele fez foi o resultado de depender completamente do seu Pai. Jesus viveu recebendo, 24 horas por dia e 7 dias por semana. Se foi assim com Jesus, tem que ser assim com a gente.

Não tenha medo de ser pequeno perante seu Pai e aos olhos dos outros. Seu Pai é tão generoso que Ele quer sempre ser seu pai e ajuda-lo a ter a melhor e maior vida possível.

Diga: “Sou uma criança que precisa receber do Pai. Assim sempre serei e gosto de ser assim”




FONTE: http://www.permanecer.com.br

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Cristãos perseguindo cristãos


INTERNACIONAL - Esta é a terceira parte do artigo intitulado Perseguição e missão, escrito por Thomas Schirrmacher para Lausanne World Pulse. Leia a primeira, a segunda e a terceira parte.

Profetas e verdadeiros cristãos sempre foram perseguidos por autoridades institucionalmente religiosas. O próprio Israel perseguia os profetas do Velho Testamento, Jesus e até os apóstolos.

Jesus comparou os líderes espirituais de seus dias com aqueles assassinaram os profetas do Velho Testamento (Mt 5.10-12, 23; 23.21,34; Lc 11.49; 13.34; 21.12, Jo 5.16. Veja também Estevão em At 7.52; Pedro em At 2.23 e Paulo em 1Ts 2.14-15).

Existem cristãos hoje que também perseguem tanto cristãos quanto outros. Basta nos lembrarmos das conversões forçadas que aconteceram na Idade Média, a colonização da América Latina, as Cruzadas, a opressão aos hereges, a Inquisição e o massacre dos judeus. Desde o século IV, o termo “mártir” foi utilizado para incluir cristãos assassinados por outros cristãos “ortodoxos”.

O fato de que os cristãos são martirizados por eles mesmos no nome do Deus cristão, por mais terrível que seja, não é algo externo às Escrituras. Nenhuma outra religião possui um livro santo que descreve seus seguidores tão negativamente quanto a Bíblia faz com o povo de Israel e com os cristãos. Essa autocrítica honesta e algumas vezes severa é integral tanto para o judaísmo quanto para o cristianismo, em contraste com outras religiões.

O Estado, política e perseguição

Devemos evitar definir perseguição em termos simplesmente religiosos, já que ela pode surgir quando os cristãos tomam certas posições políticas e éticas.

"Teologias recentes, como a teologia católica da libertação, às vezes, aplicaram a terminologia “mártir” a mártires políticos e combatentes de resistência.

De fato, é correto dizer que, às vezes, a perseguição tem real aspecto político, especificamente quando a censura de governantes inicia a perseguição.

Há uma longa tradição de censura política que gera perseguição desde os profetas do Velho Testamento até Atanásio, Tomás Becket, Dietrich Bonhoeffer, Martin Luther King e o arcebispo Oscar Romero. Os cristãos são normalmente cidadãos leais que buscam o bem-estar de seu Estado, país e povo. Mas, sempre que o Estado tenta forçá-los a desonrar a Deus e especificamente suprimir o cumprimento de sua missão, eles devem obedecer a Deus e não a humanos (At 4.19; 5.29)

É claro que é difícil supor exatamente qual deve ser a extensão de nossa cooperação com o governo durante períodos de perseguição, e quando devemos resistir. Nas missões mundiais, essa questão deve ser decidida mais uma vez pelos cristãos em cada contexto. De fato, precisamos avaliar a possibilidade de quebrar leis estatais e resistir aos poderes pelo bem do evangelho.

Pedro e os apóstolos pregaram o evangelho a despeito das proibições estatais (At 4.19-20; 5.29) e, freqüentemente, foram presos e punidos por isso (At 12.1-2).

Em meio à oposição romana, os cristãos referiam-se a Jesus como “Senhor” (no grego, “kyrios”) e rei (em oposição ao decreto imperial, veja At 4.12; 17.6-7). Eles seguiram os exemplos do Velho Testamento (como Daniel em Dn 3; os sacerdotes em 1Cr 26.18; as parteiras egípcias em Ex 1.15-20; Raabe em Js 2).

Em vez de condenar a desonestidade deles, o Novo Testamento apresenta-os como modelos de fé (Hb 11.31; Tg 2.25). Observe que tais exemplos não dizem respeito somente à idolatria ou à renúncia do evangelho, mas a qualquer transgressão da lei de Deus. Tal resistência assume, entretanto, que o Estado exigiu a transgressão da lei de Deus.

Nunca houve perseguição somente por motivos religiosos, já que sempre há uma mistura confusa de aspectos religiosos com problemas culturais e sociais. Os motivos nacionais, econômicos e pessoais podem também exercer um papel importante.

Em Apocalipse, o ódio pela Igreja cresce devido a assuntos políticos e econômicos. Outro exemplo é o artesão efésio que instiga um tumulto porque considerava o trabalho missionário de Paulo uma ameaça ao bem-estar social (At 19.23-29). Em Atos 16, Paulo e Silas foram presos após expulsarem um demônio de uma escrava adivinhadora, deixando seus donos ficaram furiosos com a perda de seus lucros (At 16.16-24).

Na verdade, não há diferença entre os que são “perseguidos por causa de sua fé” e aqueles perseguidos por sua “ajuda ativa de justiça”.

Em Apocalipse, o governo anticristão da besta oprime os santos (“que obedeçam aos mandamentos de Deus e permaneçam fiéis a Jesus”, Ap 14.12 – veja também 12.17).

Tanto a obediência aos princípios de justiça e verdade como a lealdade a Jesus igualmente provocaram o ódio.

Missões mundiais é um mandamento primário (Mt 28. 18-20) e inclui o ensino de todos os aspectos dos mandamentos de Deus. Os opressores podem usar questões sociais ou éticas como razões de sua oposição, mas a verdadeira razão é nossa fidelidade ao mandato missionário.

Os cristãos conhecem a real razão da perseguição: o mundo os odeia assim como odeia o Senhor deles (Jo 15.18), e, portanto, a perseguição será sempre intimamente relacionada à obediência missionária.

Sobre o autor

Dr. Thomas Schirrmacher é professor de ética e sociologia da religião na Alemanha e na Turquia. Ele também é presidente do Seminário Teológico Martin Bucer, representante de direitos humanos da Aliança Evangélica Mundial e diretor do Instituto Internacional da Liberdade Religiosa (Bonn, Cidade de Cabo, Colombo).

Schirrmacher tem quatro doutorados (teologia, antropologia cultural, ética, e sociologia da religião).

Tradução: Homero S. Chagas

Fonte: Lausanne World Pulse

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Pesquisa revela que renascimento da religião está mais presente no Brasil que na maioria dos países


Com mais de 20 tatuagens estampadas no corpo, dois piercings no nariz e um alargador de orelha, a paulistana Fernanda Soares Mariana, de 19 anos, parece estar montada para um show de rock. Apenas a Bíblia que ela carrega nos braços sugere outro destino.

Fernanda, a despeito do visual, está pronta mesmo é para encontrar Jesus. “A igreja não pode julgar. Ela tem de estar lá para transformar sua vida, e não sua aparência”, afirma. A igreja que Fernanda escolheu não a julga pelo figurino. Numa noite de domingo, no templo da Bola de Neve Church do Rio de Janeiro, o que se vê são fiéis vestindo bermudas e camisetas com estampas de surfe. Boa parte exibe tatuagens como as de Fernanda.

No altar, uma banda toca música gospel, enquanto a vocalista grita o refrão “Jesus é meu Senhor, sem Ele nada sou”. Na plateia, cerca de 300 pessoas acompanham o show em catarse, balançando fervorosamente ao som da música. A diaconisa Julia Braz, de 18 anos, sobe ao palco de cabelo escovado e roupa fashion. Põe a Bíblia sobre uma prancha de surfe no púlpito e anuncia: “O evangelismo tá bombando!”. Amém.

Cultos voltados para os jovens, como a igreja da Bola de Neve, revelam um fenômeno: mostram que o jovem brasileiro busca formas inovadoras de expressar sua religiosidade. Em 1882, o filósofo alemão Friedrich Nietzsche assinou a certidão de óbito divina com a célebre afirmativa: “Deus está morto”. Para ele, os homens não precisariam mais viver a ilusão do sobrenatural. Nietzsche não foi o único.

O anacronismo da fé religiosa era uma premissa do socialismo. “A religião é o ópio do povo” está entre as frases mais conhecidas de Karl Marx. Para Sigmund Freud, a necessidade que o homem tem de religião decorreria de incapacidade de conceber um mundo sem pais – daí a invenção de um Deus.

A influência de Marx e de Freud no pensamento do século XX afastou gerações de jovens da fé. Mas a derrocada do socialismo e as críticas à psicanálise freudiana parecem ter deixado espaço para a religiosidade se manifestar, sobretudo entre os jovens. “Aquilo que muitos acreditavam que destruiria a religião – a tecnologia, a ciência, a democracia, a razão e os mercados –, tudo isso está se combinando para fazê-la ficar mais forte”, escreveram John Micklethwait e Adrian Wooldridge, ambos jornalistas da revista britânica The Economist, no livro God is back. Para os jovens, como diz o título do livro, Deus está de volta.

Ou, nas palavras da diaconisa Julia, “está bombando”.
Uma pesquisa feita por um instituto alemão mostra
que 95% dos brasileiros entre 18 e 29 anos se dizem
religiosos e 65% afirmam ser “profundamente religiosos”

Uma pesquisa inédita do instituto alemão Bertelsmann Stifung, realizada em 21 países, revela que esse renascimento da religião está mais presente no Brasil que na maioria dos países. O estudo mostra que o jovem brasileiro é o terceiro mais religioso do mundo, atrás apenas dos nigerianos e dos guatemaltecos.

Segundo a pesquisa, 95% dos brasileiros entre 18 e 29 anos se dizem religiosos e 65% afirmam que são “profundamente religiosos”. Noventa por cento afirmam acreditar em Deus. Milhões de jovens recorrem à internet para resolver seus problemas espirituais. Na rede de computadores, a diversidade de crenças se propaga como vírus. “Na minha geração só sabia o que era budismo quem viajava para o exterior”, diz a antropóloga Regina Novaes, da Universidade de São Paulo e ex-presidente do Conselho Nacional de Juventude. “Hoje, com a internet, o jovem conversa com todo o mundo e conhece novas religiões.

A internet virou um templo.” Mais talvez do que isso, ela se converteu no veículo ideal de uma religião contemporânea e desregulada, que pode ser exercida coletivamente sem sair de casa e sem submeter-se a qualquer disciplina.

Trecho da matéria Deus é Pop.

Fonte: Revista Época

Tema: Relacionamentos e responsabilidades - João 15:1-11





Mensagem ministrada em 28 de junho de 2009 na Igreja Assembléia de Deus – Ministério de Madureira – Campo do Brás na Penha – Pr. Islei Santos (Teólogo, Mestrando em Novo Testamento pelo Seminário Teológico Batista Nacional de São Paulo, Professor de Teologia, Conferencista e Escritor).

Introdução:
Esta é sétima e última declaração de “Eu Sou” feita por Cristo conforme o registro do Evangelho de Jesus.
O cultivo dos vinhedos era uma atividade importante para a vida e a economia de Israel. O templo de Herodes era decorado como uma videira de ouro.
Ao usar essa metáfora, Jesus recorreu a uma imagem que todos os judeus conheciam bem. Essa representação simbólica apresenta elementos que é preciso compreender, a fim de tirar proveito dos ensinamentos de Cristo nesta passagem.

1) A videira
Há três tipos de videira nas Escrituras:
A videira do passado: refere-se a Israel como nação (Sl 80:8,19; Is 5:1-7; Jr 2:21; Ez 19: 19:10-14 e Os 10:1). Mas a videira produziu uvas bravas! Ao invés de praticar justiça, praticou a opressão; ao invés de produzir retidão, produziu iniqüidade e clamores de aflições de suas vítimas.

A videira do futuro: a “videira da terra”, em Apocalipse 14:14-20. Refere-se ao sistema do mundo gentio, amadurecendo para o julgamento de Deus. Os cristãos são ramos da “videira do céu”, mas os incrédulos são ramos da “videira da terra”. A “videira da terra” será cortada e destruída quando Jesus Cristo voltar.

A videira do presente: é nosso Senhor Jesus Cristo, e inclui, obviamente, seus ramos. Ele é a “Videira Verdadeira”, ou seja, “a original, da qual todas as outras videiras são cópias”.
Como cristãos, não vivemos de substitutos! O simbolismo da videira e dos ramos é semelhante àquela da Cabeça e do corpo; temos um relacionamento vivo com Cristo e pertencemos a Ele.
Nossa união com Cristo é uma união viva, por isso podemos dar frutos; é uma união afetuosa, por isso podemos desfrutar nosso relacionamento com ele; é também uma união duradoura, por isso não precisamos temer.

2) Os ramos
Sozinho, um ramo é frágil e imprestável, servindo apenas para ser queimado (Ez 15). O ramo não é capaz de gerar a própria vida; antes, deve retirá-la da videira.
É nossa comunhão com Cristo, por meio do Espírito Santo, que nos permite dar frutos. Muitas imagens de Cristo e dos cristãos apresentadas nas Escrituras enfatizam esse conceito importante de união e comunhão: o corpo e seus membros (1ª Co 12), a noiva e o Noivo (Ef 5:25-33), as ovelhas e o Pastor (Jo 10).
Um membro que é separado do corpo morre. O casamento cria uma união, mas exige amor e devoção diários para manter a comunhão. O pastor traz as ovelhas para o rebanho, mas as ovelhas devem seguir o pastor, a fim de receber proteção e provisão.
Quando descobrimos que somos apenas ramos, melhor será nosso relacionamento com o Senhor, pois veremos nossas fraquezas e confessaremos que necessitamos de sua força.
A palavra-chave é permanecer, usada onze vezes em João 15:1-11. Permanecer significa manter a comunhão com Cristo de modo que trabalhe em nossa vida e por meio dela, a fim de produzirmos frutos.
Sem dúvida, inclui a Palavra de Deus e a confissão dos pecados, a fim de que nada sirva de empecilhos para essa comunhão com o Senhor (Jo 15:3). Também inclui a obediência a ele porque o amamos (Jo 15:9-10).
Permanecer em Cristo exige ADORAÇÃO, MEDITAÇÃO NA PALAVRA DE DEUS, ORAÇÃO, SACRIFÍCIO E SERVIÇO, - mas é uma grande alegria.
Uma vez que começamos a cultivar essa comunhão mais profunda com Deus, não temos desejo algum de voltar à vida superficial do cristão indiferente.
3) O agricultor
A responsabilidade do agricultor é cuidar das videiras, e, de acordo com Jesus, esse é o trabalho do Pai.
É ele quem limpa ou poda os ramos para que possam produzir mais frutos. Observe a progressão: nenhum fruto (Jo 15:2), fruto, mais fruto, muito fruto (Jo 15:5,8).
Muitos cristãos pedem a Deus que possam dar mais frutos, mas não gostam do processo necessário da poda pelo qual devem passar em resposta a essa oração.
O viticultor poda os ramos de duas maneiras: corta a madeira morta que pode servir para a proliferação de doenças e de insetos e remove partes ainda vivas, para que a vitalidade da planta não se dissipe, comprometendo a qualidade dos frutos.
Na verdade, o viticultor remove cachos inteiros de uvas para que o resto da colheita seja de qualidade superior. Deus quer quantidade e qualidade.
O processo da poda é a parte mais importante do cultivo, e os que cuidam disso devem ser devidamente treinados, pois se não forem habilidosos, podem destruir uma colheita inteira.
Em alguns vinhedos, os “podadores” passam por treinamentos que duram de dois a três anos, durante os quais aprendem exatamente onde cortar, quando cortar e até o ângulo exato dos cortes.
Pelo do fato de nos amar, Deus nos “poda” e nos estimula a dar mais frutos para sua glória.
O momento em que nosso Pai celeste mais se aproxima de nós é quando está nos podando. Por vezes, remove madeira morta que pode causar problemas; mas, com freqüência, corta fora partes ainda vivas que estão nos privando de vigor espiritual.
De que maneira o Pai nos poda? Por vezes, simplesmente usa a Palavra para nos convencer de nosso pecado e nos purificar. Em outras ocasiões, precisa nos disciplinar. A dor é grande quando remove algo que consideramos precioso; mas à medida que a “colheita espiritual” é produzida, vemos que o Pai sabia o que estava fazendo.
Quanto mais permanecemos em Cristo, mais frutos produzimos, e quanto mais frutos produzimos, mais o Pai nos poda para que a qualidade mantenha-se no mesmo nível que a quantidade.
4) Os frutos
A palavra resultados aparece com freqüência nas conversas entre obreiros cristãos. Uma máquina ou um robô pode dar resultados, mas é preciso haver um organismo vivo para produzir frutos.
Essa produção exige tempo e cultivo; uma boa colheita não aparece de um dia para noite!
É preciso lembrar que os frutos não são consumidos pelos ramos, mas sim aproveitados por outros.
Não se devem produzir frutos para agradar a si mesmos, mas para servir aos outros.
Devemos ser o tipo de pessoas que “alimenta” os semelhantes com nossas palavras e com nossas obras. “Os lábios do justo apascentam a muitos” (Pv 10:21).
Um verdadeiro ramo ligado à vinha sempre dará frutos. Onde há vida sempre há frutos.
Conclusão:
Como ramos da Videira, temos o privilégio de permanecer em Cristo e a responsabilidade de dar frutos.

Referência bibliográfica
Warren W. Wiersbe. Novo Testamento 1. P. 457-460. Central Gospel.

Nome: Islei do Santos.
Assembléia de Deus da Penha
Campo do Brás - Ministério de Madureira
Rua Senador Godoi, 457 – Penha - São Paulo
www.isleisantos.blog.terra.com.br

terça-feira, 16 de junho de 2009

Boletim de Missões ..."Não é pela força nem pelo teu poder que tu triunfarás, mas pelo meu espírito.", diz o Senhor todo-poderoso (Zacarias 4,6)


"Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens [...]. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo."

Colossenses 3. 23 e 24

Pr.,

Nossos irmãos perseguidos têm trabalhado para o Senhor e para o seu Reino. Eles prosseguem na obra, não importa quanto lhes custe. Eu e você, cristãos livres, somos chamados a trabalhar também, da maneira que está ao nosso alcance: orando e, em casos como alguns dos citados abaixo, separando uma pequena porção do nosso tempo para escrever em favor deles. Tudo sendo feito de todo o nosso coração.

Na China, o pastor Hua Huiqi foi preso e agredido fisicamente por causa de suas atividades cristãs. Enquanto batia no pastor, o agressor dizia "Eu vou estrangular você, e quero ver se continuará pregando o evangelho". Hua Huiqi foi solto, mas precisa de nossas orações para que permaneça firme e se recupere rapidamente.


O cristão chinês Shi Weihan foi condenado a três anos de prisão. Após diversos períodos encarcerado, ele foi julgado e recebeu essa sentença. Os advogados esperam que ele consiga liberdade condicional por motivos médicos.


Na sexta-feira, 12 de junho, o Irã reelegeu Mahmud Ahmadinejad como presidente do país. Preocupando–se com nossos irmãos iranianos, a Portas Abertas iniciou uma campanha de cartas para o presidente do Irã em favor dos cristãos naquele país. Saiba mais e participe.


Todos os dias, o Senhor nos dá a oportunidade de agirmos em favor de nossos irmãos. Faça sua parte como Corpo de Cristo: ore e aja. Deus nos dá essa benção de podermos ser resposta de oração na vida dos cristãos perseguidos, ainda que eles estejam, fisicamente, tão distantes de nós.

Mobilize outros a orar e agir também.

Uma semana abençoada,

Deborah Stafussi
www.portasabertas.com.br

domingo, 7 de junho de 2009

TESTEMUNHO.... PB. OSMAR DIAS


MEU TESTEMUNHO:


EM JANEIRO DE 2003, COMEÇANDO A SENTIR FORTES DORES, NA PERNA ESQUERDA, FUI INTERNADO, COM TROMBOSE, MAS EU E NINGUEM SABIA QUE ERA UM TUMOR MALIGNO INTERNO; CANCÊR. COMEÇEI UM TRATAMENTO DE ANTICOALUGANTE, QUE ME LEVOU PARA UTI, ONDE TIVE UMA EBOLIA PULMONAR. DEUS ME LIVROU DA MORTE(UNS DIAS ANTES TIPO 6 A 8 MESES ANTES DE ACABAR O ANO DE 2002, JESUS ME AVISOU NO CORAÇÃO QUE ME DARIA UM LIVRAMENTO DE MORTE. OS MÉDICOS CHAMARAM MINHA ESPOSA E FALOU QUE EU TINHA, E O QUE TINHA ACONTECIDO”MOÇA FOI A MÃO DE DEUS, UM MILAGRE ACONTEÇEU ELE SOBRIVIVEU”. TIVE ALTA DO HOSPITAL FIQUEI 9 DIAS INTERNADOS, MAS LOGO VOLTEI AO HOSPITAL, SENTINDO MUITO MAL(NÃO TINHA AINDA TIRADO O CANCÊR), PERNA INCHADA, QUENTE COM DOR AINDA PIOR DE ANTES QUE EU TAVA COM TROMBOSE... COMEÇEI A FAZER EXAMES ONDE DESCOBRIRAM ENTÃO QUE TAVA COM CANCÊR MALIGNO E PRECISAVA URGENTE DE UMA CIRUGIA(ANTES ME DEU EBOLIA PULMONAR,)JESUS ME LIVROU DA MORTE, ELE É FIEL, ALEUIAS... PARA OS MÉDICOS ISSO JÁ NÃO TINHA MAIS JEITO SÓ UMA CIRUGIA, SE NÃO O CANCÊR MANDAVA BACTÉRIAS PRO PULMÃO, E CABEÇA E ERA FATAL, POR ISSO, EBOLIA PULMONAR. ,UM RIM NÃO TEM,FOI BLOQUEADO PELA MEDICINA, PRA NÃO PASSAR PRO OUTROS ORGÃOS DO CORPO. MAS PRA JESUS TINHA E TEM JEITO. OS MÉDICOS DISSERAM A MINHA ESPOSA: PREPARA O VELÓRIO, PORQUE EU TINHA POUCO TEMPO DE VIDA, ERA IMPOSSÍVEL SOBREVIVER, SE SOBREVIVESSE ERA: VEGETANDO NA CAMA OU CADEIRAS DE RODAS, NENHUMA DAS DUAS OPÇÕES, A ULTIMA PALAVRA AINDA É A DO SENHOR ALEUIAS GLÓRIAS A DEUS..TIVE ALTA PRA MORRER EM CASA.PELA GRANDE MISERICÓRDIA DE DEUS PASSEI EM CASA ALGUNS DIAS,MAS LOGO VOLTEI PRA O HOSPITAL E FICOU CASA E HOSPITAL,E VICE- VERSA. FIQUEI INTERNADO MAIS 15 DIAS,FICAVA COM COMEÇO DE DERRAME ,BOCA,PÉS E MÃOS ENDUREÇIAM E NADA PODIA FAZER SE NÃO FICAR SOB,CUIDADOS MÉDICOS,OS MÉDICOS E ENFERMEIRAS QUNDO VIAM ISSO DIZIAM QUE NÃO TINHA JEITO E NADA PODIA FAZER.MAS MINHA ESPOSA PEGOU NAS MINHAS MÃOS E NÃO CONFORMOU COM A SITUAÇÃO,COMEÇOU A ORAR PEDINDO A JESUS QUE INTERVISSE E SOCORRE-SE ME NAQUELA HORA REPREENDENDO A MORTE.MAS UMA VEZ JESUS NOS DEU VITÓRIA.AMÉM GLÓRIAS A DEUS.ME ENCAMINHARAM PARA; UNICAMP CAMPINAS SP,ONDE FIZ UM TRATAMENTO DE QUIMIOTERAPIA,NÃO ME ALIMENTAVA E NÃO TOMAVA AGUA SE NÃO PELO CATÉTER NO PESCOÇO.COM ISSO EMAGREÇI 40 Kg PERDENDO TODOS OS CABELOS DA CABEÇA E OS PELOS DO CORPO, TODO. PEGUEI INFECÇÃO HOSPITALAR (3 X ) TREMIA MAIS QUE VARA VERDE, DESMAIEI, MINHA PRESSÃO CAIA, ATÉ 8 °C .MINHAS MÃOS GELADAS,FRIO O DIA TODO FIQUEI EM CASA 8 MESES...UM DIA DESSES EM CASA,TIVE UMA PENEUMONIA ,LEVADO DE VOLTA AO MÉDICO DE CAMPINAS SP UNICAMP,ME DISSE MAIS ALGUMAS HORAS VC TINHA MORRIDO ( 3HORAS ) POIS A QUEMIOTERAPIA,TINHA ME DEIXADO MUITO DEBILITADO E A IMUNIDADE DO CORPO BAIXA A E ABERTA A
OUTRAS DOENÇAS. MAS JESUS ME CUROU DE NOVO E ME LIVROU DA MORTE MAIS UMA VEZ. E ASSIM A VIDA CONTINUA COM JESUS... ATÉ AQUI O SENHOR ME AJUDOU. 1 TESSALONICENSES CAP:5 V 24: FIEL É O QUE VOS CHAMA O QUAL TAMBÉM O FARÁ.. OSMAR FAUSTINO DIAS PB.TEL;(19) 3804-4951 CEL:(19) 9758-8222 MOGI MIRIM SP. OBS: ISSO É APENAS UM RESUMO,PORQUE AINDA TEVE UM GRANDE TRABALHAR DE DEUS NA MINHA VIDA.

Fonte: Osmar Dias.
Contato: osmar_dias2007@hotmail.com

Prisioneiros


“Portanto, não se envergonhe de testemunhar do Senhor, nem de mim, que sou prisioneiro dele, mas suporte comigo os meus sofrimentos pelo evangelho, segundo o poder de Deus.”
2 Timóteo 1.8

Nesta página encontra-se o nome de cristãos presos oficialmente por causa de sua fé e testemunho cristãos, e uma breve descrição de seu caso . Eles estão agrupados de acordo com o país onde estão detidos. A data entre parênteses corresponde ao ano de seu nascimento.

Utilize esses nomes apenas para suas orações. Se quiser mandar uma carta, escreva apenas para aqueles que têm campanhas de cartas associadas.

A lista de prisioneiros será atualizada uma vez por mês, e todas as informações obtidas a respeito dos prisioneiros serão colocadas aqui. Dados que não estiverem aqui se encontram fora de nosso alcance.

Argélia
Azerbaidjão
China
Colômbia
Comores
Coreia do Norte
Cuba
Egito
Eritreia
Iêmen
Índia
Indonésia
Irã
Iraque
Laos
México
Nigéria
Paquistão
Peru
Turcomenistão
Uzbequistão

Fonte:
www.portasabertas.org.br

sábado, 6 de junho de 2009

Menina Cristã mutilada perdoa seus agressores


Extremistas hindus queimaram o rosto de uma menina cristã de 10 anos, infligindo-lhe ferimentos com estilhaços em 40% de seu corpo e forçando sua família a se esconder em uma floresta e fugir para um campo de refugiados no Estado de Orissa.

Mas esse drama não abalou sua fé nem sua gratidão a Deus por esse tempo.

“Natal é tempo de agradecer ao menino Jesus que me salvou do fogo e salvou o meu rosto que estava ferido e desfigurado”, disse Namrata Nayak à agência de notícias Asia News.

O rosto de Namrata foi gravemente mutilado após um ataque com bomba de extremistas hindus na casa onde ela estava em 26 de agosto. Eles arrombaram a casa e a incendiaram enquanto Namrata e seus irmãos se escondiam em um pequeno banheiro. Antes de saírem da casa, eles deixaram uma bomba em uma cômoda, de acordo com o relato.

Enquanto a menina avaliava o que fora destruído, a bomba detonou e queimou seu rosto.

A explosão também alojou estilhaços dentro de seu rosto, mãos e costas.

A mãe de Namrata, Sudhamani, veio correndo da floresta, onde tinha se escondido.

“Nós vimos tudo queimado e tememos que alguém tivesse morrido nas chamas”, disse Sudhamani. “Em vez disso, graças a Deus, todos estavam bem. Apenas essa minha filha tinha se ferido. Mas Jesus cuidou dela. Nós a levamos para o hospital em Berhampur ainda inconsciente e gravemente ferida.”

Namrata passou 45 dias se recuperando no hospital. A despeito de todos seus problemas, ela está alegre e dando graças a Deus por tê-la curado.

“Há muita dor e sofrimento, e eu não sei por quanto tempo as forças especiais irão nos proteger”, disse ela ao Asia News. “Mas Natal é um tempo de gratidão. Estou com medo de que meu povo ainda seja atacado, mas essta é a nossa vida. Se Deus me salvou, ele também pode salvar outros cristãos.”

Os agressores hindus juraram outro ataque de grande escala contra os cristãos durante o Natal. A violência começou após os cristãos terem sido culpados pela morte do líder hindu Swami Laxmanananda Saraswati em 24 de agosto. Eles continuam a ser perseguidos embora os maoístas tenham admitido abertamente terem assassinado Saraswati.

Os hindus ofereceram dinheiro, comida e álcool para quem assassinar cristãos e destruir suas casas, especialmente os pastores. Milhares de casas e igrejas foram destruídas, e os cristãos foram forçados a fugir da violência. Muitos foram encharcados com querosene e incendiados após recusarem a renunciar sua fé em Cristo.

No entanto, Namrata encoraja os cristãos indianos a perdoar seus agressores hindus.

“Perdoamos os radicais hindus que nos atacaram e incendiaram nossas casas”, disse ela a Asia News. “Eles estavam loucos, eles não conhecem o amor de Jesus. Por esse motivo, agora eu quero estudar para que, quando for mais velha, possa dizer a todos quanto Jesus nos ama. Esse é o meu futuro.”

Namrata disse que o plano de sua vida é compartilhar a mensagem do amor de Deus.

“O mundo viu meu rosto destruído pelo fogo. Agora, ele deve conhecer o meu sorriso cheio de amor e paz”, disse ela. “Quero dedicar minha vida a difundir o evangelho.”

:: Fonte: Portas Abertas

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Semana de Missões


...também agora Cristo será engrandecido em meu corpo, quer pela vida, quer pela morte; porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro.

Filipenses 1.20b e 21

Protestos de muçulmanos interrompem construção de igreja




Saiba mais sobre a Igreja Perseguida em Bangladesh
BANGLADESH (43º) - As autoridades em Bangladesh pediram uma paralisação de cinco meses na construção de uma igreja no norte do país, com medo de muitas conversões. Dizem que eles logo aprovaram o recomeço da obra.

Forkan Al Mashi, 55, pastor da Calvary Ishai Fellowship, começou a construção do templo no início de novembro de 2008 em Palashbari Mondol Para, a 350 quilômetros da capital Dhaka.

Malshi disse que, incitados pelos líderes do Jamaat-e-Islami, mais de 100 muçulmanos se reuniram em uma mesquita para protestar contra a construção da igreja.

Os aldeões queriam demolir o prédio, que já estava com os quatro pilares e o piso completos. Quando soube desses planos, Mashi avisou a polícia.

“Eu informei a polícia e instantaneamente dois pelotões (cerca de 25 policiais) se posicionaram perto do prédio. Alguns dos policiais foram até a mesquita para persuadir os muçulmanos a não demolirem os pilares e o piso do templo em construção”, disse Mashi.

Um oficial de polícia afirmou que os muçulmanos estavam preocupados com o número de conversões do islã para o cristianismo que haveria se a igreja fosse concluída.

“A obra da igreja foi interrompida pelo protesto dos muçulmanos locais. A população diz: ‘Porque deve haver igrejas em uma área predominantemente muçulmana?’. Um policial declarou: ‘Essa é a primeira igreja na área. Os moradores protestaram porque pensaram que haveria muitas conversões, e a igreja viraria o centro da vila".”

“Os cristãos nesse país têm o direito de praticar sua religião e de construir igrejas. Penso que a permissão será dada em breve pelo conselho da cidade. Se alguém protestar contra a construção, nós iremos protegê-la”, afirmou um oficial.

Depois que os muçulmanos protestaram, o prefeito parou com a obra. Normalmente, os moradores precisam de uma permissão para construir suas casas.

“Os muçulmanos locais apelaram para todos os níveis da sociedade para interromper a construção da igreja na vizinhança. Eles não querem que eu trabalhe para a expansão do reino de Deus aqui, e persuadiram o conselho da cidade para pararem com a obra. O prefeito me disse que como não tinha o plano de construção e a permissão necessários, teria que interromper a construção.”

Um dos membros do conselho disse que Mashi não precisava de autorização para construir sua pequena igreja. O prefeito garante que a construção poderá ser reiniciada em breve.

A Constituição de Bangladesh garante a liberdade religiosa.


Tradução: Deborah Stafussi

Polícia continua repressão a cristãos, incluindo crianças




AZERBAIJÃO (27º) - A polícia da cidade de Agdash, próxima a Göycay, recusa-se a explicar porque oito oficiais, incluindo seus comandantes, invadiram uma reunião religiosa pacífica que ocorria em uma residência particular no dia 25 de março. O chefe do departamento de comunicação com o público da polícia secreta na capital Baku, Arif Babaev, negou que o Ministério de Segurança Nacional tenha algum envolvimento: “Nunca nos envolvemos em tais atividades”, disse ele. “Nós não conduzimos esse tipo de operação – Essa é uma informação falsa.” Ao ser informado de que a imprensa cita autoridades policiais locais que declaram a participação de oficiais do Ministério em uma “operação conjunta”, ele voltou a negar.

Babev também negou que seu Ministério esteja envolvido no impedimento de reabertura da mesquita Abu Bekr em Baku. “Não faz parte da nossa competência abrir ou fechar mesquitas”, declarou ele.

Outros permanecem descrentes sobre as negativas de envolvimento do ministério nesses dois casos e em outras restrições de liberdade religiosa. “Seu trabalho é secreto – eles nunca dizem quando estão envolvidos em atividades contra organizações religiosas”, afirmou um comentarista de Baku que pediu anonimato.

Os batistas disseram que os oficiais os insultaram por causa de sua fé. Durante a invasão, um dos policiais disseram: “Estávamos atrás de vocês, e agora os pegamos! O grupo de cristãos informa ainda que os pais haviam sido convidados a enviar seus filhos para a casa de Vera Zhuchaeva para ouvir histórias bíblicas no período do feriado de primavera Novruz. Eles afirmam que 12 crianças estavam presentes mediante permissão específica de seus pais.

“A polícia entrou e reuniu todas as crianças em uma sala”, informou Lilia Hudaverdieva, membro da congregação batista em Baku e visitante em Agdash. “Um oficial da polícia, um representante do Comitê estadual e um professor fizeram perguntas às crianças sem que os pais estivessem presentes, ainda que as crianças chorassem a ponto de serem ouvidas na vizinhança. Eles não permitiram a entrada dos pais para retirar as crianças”. Somente após terem anotado seus nomes, os pais puderam buscar os seus filhos.

A polícia confiscou 508 livros, 40 filmes, bem como o aparelho de vídeo. Os cristãos reiteram que não há nada de ilegal nos livros e nos filmes – eles destacam que muitos filmes são de Hollywood com temas bíblicos.

Lilia Hudaverdieva e outras duas visitantes da congregação de Baki, Sara Babaeva e Ofelia Yakulova, foram levadas à delegacia de polícia. Elas foram interrogadas por quatro horas e tiveram seus documentos de identidade apreendidos. Lilia disse que a polícia fazia perguntas “provocativas”, mas que ela e suas amigas “disseram a absoluta verdade”. Ela informou que só foram liberadas pela polícia depois da meia-noite.

As três tiveram que retornar à delegacia no dia seguinte para retirar seus documentos. A polícia as levou ao escritório do promotor, onde foram novamente insultadas por sua fé e multadas. O promotor distrital de Agdash, Munis Abuzarli, disse que as três foram penalizadas por violarem o artigo 199 do código de ofensas administrativas por “disseminarem ilegalmente o cristianismo e outras crenças”. Ele disse que cada uma foi multada em 10 Manats (equivalente a 9 Euros ou 12 Dólares americanos).

Ao ser questionado sobre como as três batistas violaram a lei, Munis argumentou que elas ensinavam religião às crianças. “Não se pode atrair crianças para atividades religiosas”, destacou ele. Questionado por que as mulheres cometeram tal violação, já que as crianças tinham permissão de seus pais, ele respondeu: “A lei trata disso como uma violação. Se elas cometeram essa ofensa, elas devem ser multadas de acordo com a lei”.

Lilia Hudaverdieva reclamou que como os bancos estavam fechados por ocasião do feriado de Novruz, a polícia solicitou às três mulheres o pagamento da multa em dinheiro. “Não recebemos nenhum documento ao sermos multadas e nenhum recibo de pagamento”, informou.

Ela também questionou sobre como a polícia de Agdash apresentou as informações para a imprensa local sobre as atividades dos batistas. A invasão foi mostrada inúmeras vezes na televisão, incluindo no jornal da noite do canal privado ATV no dia 27 de março. Uma matéria também foi publicada no site da Agência de Imprensa Azeri (APA) no dia 26 de março, que serviu como base para outros sites de notícias, afirmando a ação em conjunto entre a polícia de Agdash e o Ministério de Segurança Nacional.

Na matéria da APA constavam as idades e endereços completos de Vera Zhuchaeva e das três mulheres de Baku. “Isso foi uma infelicidade”, afirmou Lilia.

O secretário-geral da União Batista do Azerbaijão, Elnur Jabiev, foi além. “Isso é um perigo”, disse ele diretamente de Baku no dia 31 de março. “Nacionalistas saberão os seus endereços. A polícia não deveria ter dado essa informação aos jornalistas”. Devido à recusa da polícia de Agdash em tratar da invasão, permanece não esclarecido se isso foi feito deliberadamente para intimidar outros batistas. As autoridades têm utilizado jornalistas com frequência para intimidar membros de religiões minoritárias, incluindo crianças.

Lilia se deparou com outros problemas quando retornou ao trabalho após o feriado de Novruz. Ela disse que o Ministério de Segurança Nacional contou à matriz da empresa estatal onde ela trabalha sobre suas atividades em Agdash e sobre a penalidade administrativa. Ela disse que a matriz contatou seu superior, informando-o que a empresa não deveria ter empregados com esse tipo de comportamento. “Eu fui ameaçada de perder meu emprego”, disse ela. “Mas meu chefe é bom e eu pude esclarecer que tudo isso era uma difamação e contei o que de fato ocorreu. Eu disse a ele que não sou criminosa”.

Ilya Zenchenko, chefe da União Batista, disse que os lideres da Igreja Batista de Baku continuarão a visitar membros de igrejas em sua congregação em Agdash.


Tradução: Cecília Padilha

quinta-feira, 12 de março de 2009

PARABÉNS MULHERES PELO SEU DIA 08/03/09


Texto: Provérbios 31:10-31

Deus tem nos chamado para sermos mulheres virtuosas. Mulheres desprendidas, marcadas pelo poder de Deus, ou seja, mulheres que tem o perfil e o caráter de um Deus forte. Qual seria então o perfil de uma mulher virtuosa?

CONFIÁVEL, FIEL - Em primeiro lugar, podemos dizer que a mulher virtuosa é aquela em que se pode confiar “O coração do seu marido confia nela, e não lhe haverá falta de lucro” (Prov. 31:11). É uma mulher plenamente confiável. Não suporta traições e nem vive de trapaças, mentiras. Antes tem a sua vida firmada na verdade e por andar na verdade, é fiel em todo o tempo;

AGRADÁVEL, DO BEM – A mulher virtuosa é do bem. “Ela lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida” (Prov. 31:12) – Não é aquela mulher encrenqueira, que arranja briga por tudo. Ao contrário, é uma mulher serena, que sempre busca o bem de todos e por este motivo, todos sentem prazer em estar a seu lado. Ou seja, por desejar o bem se torna uma pessoa agradável.

NÃO SUPORTA A PREGUIÇA – A mulher virtuosa não é preguiçosa. “Ela busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com as mãos” (Prov. 31:13). A mulher virtuosa é guerreira, não suporta a preguiça. Ao contrário, tem disposição para lutar por seus sonhos. Todas as tarefas que realiza faz de bom grado, sem murmurações e lamento. Por este motivo, nada lhe falta.

É EMPREENDEDORA – A mulher virtuosa é uma mulher empreendedora, de vanguarda, visionária. “Considera um campo, e compra-o; planta uma vinha com o fruto de suas mãos” (Prov. 31:16). Ela é empreendedora, pois sabe adquirir bens com a inteligência que Deus lhe dá. Não fica parada, esperando as coisas caírem do céu e não se escora em ninguém. Antes, é visionária, está sempre buscando uma forma de progredir, avançar e conquistar. Se não consegue por um caminho, tenta outros caminhos, buscando sempre novas oportunidades.

É FORTE – A mulher virtuosa é uma fortaleza. “Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços” (Prov. 31:17) – É uma mulher forte, pois nada consegue destruir a sua fé e esperança. Pode até chorar mas logo enxuga as suas lágrimas, tendo a certeza que sempre existirá o amanhã. Passa por dificuldades, como todo ser humano, mas jamais perde a sua força de viver, de crer nas promessas de Deus. Nada e ninguém consegue abater a sua fé.

É MISERICORDIOSA – A mulher virtuosa tem um bom coração. “Abre a mão para o pobre; sim, ao necessitado estende as suas mãos” (Prov. 31:20). Não é egoísta. Ao contrário, sempre abençoa aqueles que a rodeiam. Sabe ajudar quando preciso e está sempre pronta para estender as suas mãos abençoadoras aqueles que necessitam.

É UMA MULHER UNGIDA. A mulher virtuosa nunca deixa faltar o óleo da unção de Deus em sua vida. “Prova e vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite” (Prov. 31:18). É uma mulher que nunca permite que a chama do Espírito Santo se apague em sua vida pois compreende que o óleo da unção de Deus é sua essência e lhe trás tudo de bom que necessita para ser feliz. Ainda que viva momentos difíceis não deixa de buscar a Deus, de manter firme a sua aliança com o Altíssimo.

Que sejamos sempre mulheres virtuosas.

quarta-feira, 11 de março de 2009

Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? (1 Coríntios 15:55)


Nada Temos a Temer

Um pequeno menino e seu pai estavam percorrendo uma estrada rural em uma bela tarde de primavera. De repente, surgiu, não se sabe de onde, uma enorme abelha voando de encontro ao vidro da janela do carro. O menino, que era alérgico à picadas de abelha, ficou petrificado. O pai, vendo o pavor do filho, rapidamente pegou a abelha, apertando-a em sua mão e atirando-a pela janela. Mas logo o filho voltou a ficar apavorado, pois, ouviu o zumbido da abelha. Vendo o terror estampado no rosto do filho, o pai mostrou-lhe sua mão onde ainda estava preso o ferrão da abelha. "Você vê isto em minha mão," disse ele ao filho, "não precisa mais ter medo porque eu tomei a picada da abelha por você." Esta é a mensagem de Cristo para nós. Não precisamos mais ter medo da morte porque Cristo já morreu por nós. E por Sua vitória nós fomos salvos do pecado. Cristo recebeu o aguilhão! Paulo diz: "Onde está, ó morte, o teu aguilhão?" Cristo o recebeu por nós. Ele ressuscitou! Não precisamos mais temer. Temos uma nova vida.

Às vezes nos deixamos prender tanto ao medo que passamos a vida sem viver. Temos medo de falar, medo de sair de casa, medo de dar um passo à frente, de tomar uma decisão mais séria e, principalmente, de morrer.

Uma vida de incertezas é o fator primordial para que o temor exagerado de tudo tome conta de nossas vidas. Falta-nos garra, ousadia, confiança em nós mesmos e, principalmente, confiança em Deus. Quando estamos seguros nas mãos do Senhor, nada temos que temer, pois, Ele nos protege e nos faz caminhar em segurança.

Se estamos indecisos sobre que direção seguir, Ele é o Caminho. Se as dúvidas e contradições do mundo nos afligem, Ele é a Verdade. Se o medo da morte nos assalta, Ele é a Vida. Se o medo lhe apavora até à morte, descanse. Cristo venceu a morte por você. Viva e seja feliz!



Paz do SENHOR JESUS CRISTO,



Fernando Evangelista.

segunda-feira, 9 de março de 2009


Existem mulheres que lutam 1 dia - estas são boas.

Existem mulheres que lutam 1 mês - estão são ótimas.

Existem mulheres que lutam 1 ano - estas são importantes.

Existem mulheres que lutam a vida inteira - estas são insuperáveis.

Parabéns à todas as mulheres pelo Dia Internacional da Mulher - 08 de Março !

sábado, 7 de março de 2009

Dia Internacional da Mulher...meus, parabéns todas serva de DEUS!!! dia 08 de Março dia Internacional da Mulheres!


Que cada flor destas hoje representa em vossas vidas e em vossos corações amor e carinho em CRISTO JESUS, que sinto por cada vida, aqui hoje, vocês são verdadeiras ramos de vidas...Bíblia fala que: 1-Pedro Cap: 3... 7 Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações. Agradeço por fazer parte da minha vida e ministério!!!!



Ser mulher é uma dádiva dos céus. Ela foi criada por Deus com objetivos nobres e por isso foi dotada de sentimentos, poderes e pensamentos diferentes aos dos homens. Por isso, nós, do Blog “Evangelizando todos os Povos e Nações”, queremos esta semana fazer uma homenagem a esse ser tão especial.
Homem, cuida-te muito em não fazer chorar uma mulher, pois Deus conta as lágrimas. A mulher foi feita da costela do homem, não dos pés para ser pisoteada, nem da cabeça para ser superior, mas, sim, do lado para ser igual.... Debaixo do braço para ser protegida e do lado do coração para ser amada".
Como diz a palavra de Deus em provérbios 14:1 - toda Mulher sabia edifica a sua casa, mas a tola a derruba com as próprias mãos. Mulheres fracas ou fortes. Não importa. Mulheres mostram que mesmo através da fragilidade. São fortes o bastante para erguerem sempre cabeça Sem desistir, pois sabemos que vocês são capazes de vencer. Que Deus em sua infinita misericórdia nos abençoe...

DEUS abençoe sempre este dia e todos os dias que você continue sendo este instrumento de DEUS, em nossas vidas,

Fernando Evangelista

domingo, 1 de março de 2009

Bom soldado...


"Tu, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus. E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros. Sofre, pois, comigo, as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo. Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra. E, se alguém também milita, não é coroado se não militar legitimamente." II Timóteo 2:1-5.

Conselhos Práticos na...BATALHA ESPIRITUAL


Tome o mundo por adversário. Muitos cristãos querem vencer uma batalha de um inimigo que na verdade é amigo deles (I João 2:15-17).
Mantenha uma vida de oração e busca na presença de Deus, isso trará mais graça para um enfrentamento com as trevas quando necessário (veja Atos 19:15).
Muitas coisas no mundo espiritual são tranqueiras postas pelo inimigo, são como cidadelas fortificadas (Daniel 10:12-13), temos que ter paciência para derrubarmos as cidades fortes do inimigo e propósitos constantes.
Aprenda a discernir as situações de sua vida, se você detectar a presença do inimigo em alguma área. Repreenda com voz (pois o diabo não ouve o nosso pensamento), se você está em um ambiente onde possui incrédulos, vá a algum lugar retirado (por exemplo: banheiro) e exerça autoridade sobre ele (Diga: "diabo, fora desta área, eu te proíbo de agir na minha vida, em nome de Jesus"
Jejum é uma boa arma no enfrentamento das trevas (Marcos 9:29), mas nunca se esqueça de possuir um caráter de uma pessoa que possui uma vida jejuada (leia Isaías 58:1-14).
Aprenda a enfrentar o inimigo com os fatos da palavra de Deus. Se Jesus usou a palavra para vencer o maligno, não pense que com você será diferente (Apocalipse 12:11).
Não combata na área mental. Golias quis levar Davi ao seu campo de batalha. Davi lutou e venceu porque não lutou com a armadura de homens, mas lutou com aquilo que ele tinha em Deus. Josué enfrentou o inimigo pedindo a Deus que o sol parasse porque o inimigo lutava melhor à noite. Se você duelar com o diabo na esfera mental, nos argumentos, você sempre será derrotado. Aprenda a declarar as verdades espirituais contidas na Escritura Sagrada.
Creia no poder perdoador do sangue de Jesus. Muitos acham que não precisam ter suas emoções tratadas em Deus. Mas se não tivermos uma consciência limpa do pecado, nunca poderemos enfrentar as trevas, pois o Acusador vai nos desestabilizar e nos tirar a intrepidez. Mas creia, se você pediu perdão dos teus erros a Deus, ele perdoou (I João 1:9).

OS TRÊS CAMPOS DE BATALHA




Esses falsos mestres são atrevidos... agem como animais selvagens. Eles têm prazer em satisfazer os seus desejos impuros em pleno dia. (2 Pe 2.10-13.)

A Batalha Espiritual geralmente se desenvolve em três campos de guerra:
1 – Mente: (II Coríntios 10:3-5). A primeira área que o inimigo vai tentar tomar de nós são os nossos pensamentos. Nossos pensamentos se tornam em ações, com a nossa mente em suas mãos, o diabo consegue nos governar facilmente. Por isso necessário é o Capacete da Salvação, ou seja, devemos por em nossa cabeça que somos salvos em Cristo, devemos contra toda investida maligna nos guardarmos com a convicção que somos de Deus e pertencemos a ele. Todo cristão que fracassa nesta área é presa fácil a cair.
2 – Lábios (Pv 18:21, Sl 141:3, Mt 15:18, Tg 3:10). A bíblia muito fala sobre a língua, diz a palavra de Deus que morte e vida estão no poder da língua. Podemos nos suicidar espiritualmente se Satanás tomar governo de nossos lábios. Por isso, devemos ser vigilantes, sempre abençoadores, ministradores de graça no nosso falar. O que confessamos nos tornamos. Se confessarmos derrota seremos derrotados, se confessarmos o que a palavra de Deus diz, seremos mais que vencedores em Cristo.
3 – Coração (Pv 4:23, Hb 12:14-15; Hb 3:12-13). O coração segundo as Escrituras é a fonte da vida, se ele for atingido, nossa vida acabará. Por isso é importante aos cristãos manter um espírito perdoador sempre, guardar as suas emoções em Deus e se livrarem de toda ininquidade (sentimentos ruins como amargura). A Couraça da Justiça tem muito valia neste particular.
CONDICIONAMENTO PARA VENCER
Para vencermos o maligno precisamos:
1 - Declarar os fatos espirituais (Joel 3:10). Falar com a nossa boca audivelmente a palavra de Deus.
2 – Nos fortalecermos em Deus através do estudo da Palavra e da oração (Efésios 6:10);
3 – Louvar a Deus (II Crônicas 20:22). Jericó ruiu somente através do louvor a Deus. O louvor libera o poder de Deus para agir em nosso favor, pois a palavra afirma que no meio dos louvores Deus habita (Salmo 22:3), onde Deus está, não pode haver derrota.
4 – Fé e boa consciência (I Timóteo 1:19). A fé vence o mundo (I João 5:4), mas se não mantermos uma consciência pura, fatalmente seremos destruídos. Por isso é muito importante sermos sensíveis ao Espírito Santo e lhe obedecer em tudo.
5 – Tenha propósito de Deus em sua vida (Provérbios 19:21, Atos 11:23). Deus é um Deus de propósitos, como seus filhos temos que ter propósitos na vida também. Se não tivermos propósito a primeira dificuldade que o inimigo nos apresentar será motivo de desistência.
6 – Vigilância (Marcos 13:33). O inimigo geralmente ataca de surpresa. Se não estivermos em estado de vigilância fatalmente seremos atingidos.

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Sete pecados capital


Muita gente continuará vivendo a sua vida imoral, e por causa dessa gente muitos vão falar mal do Caminho da verdade. (2 Pe 2.2.).


Vida imoral é vida contrária à moral ditada, não por um determinado indivíduo, por uma determinada sociedade nem por certas doutrinas, mas pela revelação especial de Deus, corretamente interpretada e aplicada.
Exemplos clássicos de vida imoral ou libertina são Sodoma e Gomorra (Gn 18.20-21).
Quando praticada por uma pessoa que pertence ao povo de Deus, a imoralidade provoca grave escândalo. São famosas as imoralidades de Israel, no caso das moabitas (Nm 25.1-18). E é bastante conhecida a história de um homem da igreja de Corinto que passou a viver com sua madrasta (1 Co 5.1).
Se a imoralidade não deve ser praticada lá fora, quanto mais na igreja, que abriga pecadores arrependidos e regenerados!
A imoralidade nem sempre é cometida apenas por falsos crentes. Davi era um homem extraordinário e praticou imoralidade. Foi um erro muito grave.
O tal homem de Corinto parece ter sido disciplinado, perdoado e restaurado à comunhão da igreja, mostrando-se um verdadeiro cristão (2 Co 2.5-11).
É necessário zelar pelo nome de Deus e pela pureza de sua igreja. A imoralidade causa danos e traz tristezas para aqueles que desejam uma vida santificada.

Retirado de “Devocionais Para Todas as Estações”

Fernando Evangelista


VERSÍCULO:

Vindicarei a santidade do meu grande nome, que foi profanado entre as nações, o qual profanastes no meio delas; as nações saberão que eu sou o SENHOR, diz o SENHOR Deus, quando eu vindicar a minha santidade perante elas.

-- Ezequiel 36:23

PENSAMENTO:

Deus pode nos usar e nos usará, apesar de não sermos vasos dignos de sermos usados por Ele. As Escrituras nos dão muitos exemplos de pessoas através das quais Deus operou, apesar de não atingirem os padrões morais e a santidade de Deus - por exemplo, pense em Sansão e na maioria dos outros juízes! Deus será revelado como o santo, poderoso e maravilhoso Deus que Ele é. Então, não sejamos ferramentas que não querem servi-lo. Ofereçamo-nos ao seu serviço e para a sua glória.

ORAÇÃO:

Santo Pai, faça-me puro e santo, não apenas pela sua graça, mas também nas minhas ações, palavras e pensamentos. Crie um coração puro em mim e renove em mim um espírito justo, através do seu Espírito Santo. Que minha vida seja um sacrifício de louvor ao Senhor. No nome de Jesus eu oro. Amém.


VERSÍCULO:

Dou graças ao meu Deus por tudo que recordo de vós,

-- Filipenses 1:3



PENSAMENTO:

Certas pessoas são uma bênção! Não faz diferença se falamos com elas ao telefone, recebemos um E-mail encorajador, ou as vemos face a face. Sempre que nos lembramos delas, nós damos graças por elas. Então, sigamos o exemplo de Paulo e digamos a elas que elas são motivo de agradecimentos nossos a Deus.



ORAÇÃO:

Amado SENHOR, obrigado por …(coloque o nome de várias pessoas que abençoam a sua vida aqui). Eles têm abençoado a minha vida de tantas maneiras, que agora eu lhe peço para abençoar suas vidas com a sua graça, poder, e Espírito. No nome de Jesus eu oro. Amém.



Tenha maravilhoso começo de semana em CRISTO JESUS, medite na palavra ministrada ao seu coração,



Fernando Evangelista.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Vaso de Alabastro


Eu Quero Ser um Vaso Novo
" Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de vós. Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos; levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo. Porque nós, que vivemos, somos sempre entregues à morte por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal. De modo que, em nós, opera a morte, mas, em vós, a vida. Tendo, porém, o mesmo espírito da fé, como está escrito: Eu cri, por isso falei. Também nós cremos, por isso, também falamos” (II Coríntios 4: 6-13).

Nessa passagem, Paulo nos compara com um vaso de barro. Ora, um vaso de barro é um objeto frágil, barato e fácil de ser achado. O apóstolo também se refere ao nosso corpo como o lugar da presença de Deus, então ele precisa ser resistente. Acontece que muitos de nós não estamos preparados para essa resistência e permanecemos como um vaso trincado.
A bíblia fala de Maria, mãe de Lázaro, que tinha um vaso com um perfume precioso. Quando Jesus chega em sua casa, Maria quebra o vaso e lava os pés dEle com o perfume. Esse vaso está muito relacionado conosco. Para Deus somos preciosos pelo que temos dentro de nós, na nossa alma e no nosso espirito.
A massagem de Paulo refere-se à delicadeza desse vaso, e tal qual, somos frágeis. No entanto, a bíblia afirma que Deus é o oleiro. Assim, cada vez que o nosso vaso é trincado, o Senhor termina de nos quebrar e depois nos restaura completamente. Mas isso só acontece quando queremos.
Paulo reconhece que nesse mundo somos atribulados, porém jamais angustiados. A pessoa que reconhece ser um vaso de barro vive exatamente nessa situação. Pois a certeza de que Deus é o oleiro lhe dá forças para se reestruturar e com isso não se angustiar. Ele também afirma que, às vezes, ficamos perplexos, mas não desanimados. Ou seja, aquela pessoa na qual confiamos tanto pode até nos decepcionar, mas não devemos ficar desanimados. Também somos perseguidos por fazermos o bem, porém não somos desamparados. Podemos estar abatidos, mas não destruídos.
O inimigo muitas vezes incute em nosso pensamento a idéia de que o casamento está desgastado, a família destruída, que a nossa vida não tem mais jeito. Contudo, devemos levantar a cabeça, renunciar a essas mentiras e nos apoiar no que o apóstolo Paulo diz em seguida:

“Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia e em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêm são temporais. E as que não vêm são eternas”. (II Coríntios 4:16-18).

Lembrem-se sempre de uma coisa: o vaso pode ficar sujo por fora, mas o que está dentro dele se renova a cada dia. Não olhem e nem dêem ouvidos ao que as pessoas falam de errado ou comentam a seu respeito. Antes, firme-se no que Deus tem para suas vidas. Faça como Maria, mãe de Lázaro, derrame o que há no interior do seu vaso nos pés de Jesus.


Autor: Débora